5 motivos para não perder o Time Warp Brasil

By on 11/11/2019

5 motivos para não perder a segunda edição do Time Warp Brasil

A segunda edição brasileira do Time Warp acontece nesta semana, nos dias 15 e 16 de novembro no Sambódromo do Anhembi. Serão mais de 20 atrações entre nomes gringos e nacionais. Listamos 5 motivos para não perder esse super evento de jeito nenhum. Se você não tinha se convencido ainda, agora vai querer estar lá!

1 – Você vai escutar o melhor do techno e do house mundial

Na sexta-feira, você vai poder conferir grandes nomes da cena mundial como DJ KOZE, Ricardo Villalobos, Richie Hawtin e Rødhåd que trazem seu som pesado e específico, um Techno de qualidade e pontual, que vem agradando milhares de pessoas. Eles são nomes frequentes nos maiores eventos do gênero na Europa, e veem especialmente ao Brasil para participar do Time Warp. Mas não acaba por aí, no sábado teremos a aresentação de renomados nomes do House e suas vertentes, como Denis Sulta, Jamie Jones, Pan-Pot e Davis.


2 – Estar na edição brasileira de um dos maiores festivais de música eletrônica do mundo

Vamos respeitar a entidade que é o Time Warp alemão, claro. Mas não podemos deixar de ressaltar como o brasileiro sabe fazer festa. Agora imagina essa junção? A qualidade e maestria dos alemães somada à alegria e entusiasmo dos brasileiros só pode dar um ótimo resultado!

3 – Estar presente num festival com 7 respeitadas mulheres

Representando quase 30% do line-up, o que é bastante quando comparado com outros festivais mundo afora, o Time Warp Brasil tem o prazer de apresentar 7 DJs mulheres que são ícones na cena mundial. Na primeira noite, mais dedicada ao Techno, cheia de personalidade e talento, a belga Amelie Lens traz seu som “porrada”, enquanto a norte-americana The Black Madonna te envolverá com uma pegada diferente. As brasileiras ANNA e Eli Iwasa dispensam apresentações e fazem questão de representar nosso país. No segundo dia do festival, a canadense Vive-ann Bakos, aka, Blond:Ish traz toda sua sonoridade à São Paulo. Outro grande nome esperado é a norte-america Honey Dijon. Mulher, negra e trans, ela é um ícone da cena de Chicago e galgou seu próprio espaço na cena eletrônica, tornando-se uma das DJs mais cultuadas da house music mundial. E sim, para completar ainda mais este cenário cheio de talento feminino, teremos a sul-coreana Peggy Gou, que se destacou através de um fluxo regular de lançamentos de alta qualidade, e hoje é um dos nomes mais desejados dos eventos undergrounds.

4 – Feriadão da proclamação da República

Nada melhor do que ir a um festival sem ter que se preocupar em trabalhar no dia seguinte. Sexta-feira, dia 15/11, primeiro dia do Time Warp Brasil é feriado nacional da proclamação da República, ou seja, ninguém trabalha. Você vai poder curtir tranquilamente sem medo de levar bronca no dia seguinte.

5 – A segunda edição vem maior e melhor

Se a edição de 2018 foi boa, este ano será ainda melhor! Analisando a primeira edição e buscando incansavelmente a perfeição do evento, o segundo Time Warp Brasil retorna cheio de novidades e pronto para receber os amantes da musica eletrônica de qualidade. Por isso, todos podem esperar por um grandioso festival!

E aí? Você está preparado para sentir o tempo parar em terras tupiniquins pela segunda vez? “O Time Warp é uma instituição do underground!”, conta Guga Trevisani, um dos sócios da Entourage.

Garanta os ingressos para os dias 15 e 16 de novembro e não fique de fora dessa! Clique aqui.

Mais sobre o Time Warp no nosso Facebook!

Avatar

About DJ News