Pesquisar
Close this search box.

Davis anuncia turnê internacional com retorno a Berghain e Bassiani

Entre EUA e Europa, DJ, produtor e cofundador da ODD terá seis gigs importantes em trinta dias 

Um dos fundadores da ODD e dos DJs mais respeitados da cena house/techno brasileira, Davis embarca em nova e importante turnê internacional.

Munido de muitas tracks autorais — ainda não lançadas — e também de outros produtores brasileiros e latino-americanos, o paulistano terá, entre setembro e outubro, seis datas entre Estados Unidos, França, Alemanha, Croácia, Geórgia e Finlândia — incluindo locais dos mais consagrados mundialmente, como Panorama Bar/Berghain e Bassiani.

A tour começou oficialmente na última quinta-feira, dia 1º, no Floyd, clube intimista de Miami, que recentemente recebeu nomes como Lena Willikens, Tornado Wallace, Sharam, Nastia, Josh Butler e Moscoman. No dia 10 ele pousa em Paris para comandar a pista da reabertura do conceituado clube Carbone.

No dia 17, um sábado, o brasileiro embarca para Berlim e retorna para mais uma apresentação no consagrado Panorama Bar — o piso de cima da famosa “catedral do techno”, o Berghain, onde já tocou em anos anteriores.

Da Alemanha, parte para a capital da Croácia, Zagreb, onde, na sexta-feira, 23, fará sua estreia no Peti Kupe, casa noturna inaugurada em março, e que tem aberto suas portas para estilos como house, techno e hip-hop. Kenny Dope, DJ Hell, Fred Everything, Petar Dundov, Gerd Janson e Prins Thomas são alguns dos DJs que já passaram por lá.

Na sexta seguinte, 30, volta depois de dois anos e meio ao lendário Bassiani, clube da capital da Geórgia, Tbilisi, que ganhou repercussão global em 2018, quando foi protagonista da “rave revolution”. O movimento levou milhares de jovens a não só cercarem, como curtirem uma rave orgânica no entorno do parlamento do país, em protesto a políticas mais duras que atingiram diretamente a comunidade clubber local. O Bassiani, inclusive, foi parceiro da última edição da ODD, trazendo dois de seus residentes a São Paulo.

A turnê é encerrada no dia seguinte, 1º de outubro, quando Davis faz sua estreia em Helsinki, capital da Finlândia, como atração do Kaiku — clube localizado no coração do distrito cultural da cidade, e que recebe toda semana grandes nomes internacionais, como Paula Temple, Levon Vincent, Ben UFO, Palms Trax, Honey Dijon e Helena Hauff.

“Esta tour servirá para eu imprimir o meu momento musical”, afirma o DJ.

Sete dias depois, a celebração pós-viagem será em casa, com a nova edição da ODD programada para o dia 08. Além disso, o artista garante que este segundo semestre será de lançamentos importantes pela gravadora da festa, a ODDiscos, incluindo algumas das músicas que vão rodar, pelas suas mãos, em pistas da Europa e dos Estados Unidos.

Sobre Davis

Davis é DJ, produtor, cofundador do conceituado núcleo paulistano ODD e um dos nomes à frente dos selos ODDiscos e In Their Feelings. Com produções musicais sofisticadas dentro do escopo da house e do techno, já assinou com importantes selos do cenário global, como Get Physical Music, Innervisions e Live At Robert Johnson.

É dentro da cabine, entretanto, que a sua vocação mais profunda se faz evidente, e chegou a levá-lo a embalar pistas de clubes lendários, como Berghain/Panorama Bar e Robert Johnson (Alemanha), Fabric (Inglaterra) e Bassiani (Bélgica) — além de festivais como Dekmantel e DGTL.

É pelo peso de tamanhas conquistas, somado ao papel ativo e indispensável exercido há anos na cultura clubber de São Paulo, que Davis é um dos artistas mais respeitados e celebrados na cena eletrônica underground nacional.

Instagram @davis.ravis

Share the Post:

Related Posts